Na sessão realizada nesta segunda-feira (04/10/2021). O Vereador João PDS (PL) apresentou no Plenário da Câmara o Projeto de Lei do Legislativo nº 007/2021, que denomina a Praça da Academia de Saúde Setor Aeroporto, localizada na Av. Tiradentes, esquina com Rua 26, Quadra 33, Lotes 03/04, no Setor Aeroporto de PRAÇA DA ACADEMIA DE SAÚDE SETOR AEROPORTO JOSE CORREIA DA SILVA- “ZÉ BAIANO”.

Em suas justificativas, o parlamentar destacou que o presente projeto tem como objetivo homenagear o senhor  JOSE CORREIA DA SILVA, nascido em São Gonçalo – BA,  em 25 de agosto de 1915, filho de Joana Inez Rodrigues e Torcato Correia da Silva, casado com a senhora Anizia Maria da Silva.

 JOSE CORREIA, conhecido popularmente como Zé Baiano, era uma pessoa humilde e sem vaidade, gostava de andar descalço com os pés no chão, e sempre era visto na lida do gado ou mesmo nos serviços braçal com a camisa amarrada a cintura, constituiu uma família admirável e numerosa, onde surgiram: Eva Divina Correia Silva, Miguel Correia Silva, Manoel Correia Silva, Maria Regina Correia Silva, Martinha Correia da Silva, Edson Correia Silva, Valdeson Correia Silva, João Correia da Silva e Analia Correia da Silva. Vale a pena ressaltar que além destes filhos, Zé Baiano adotou ainda Jesina Maria de oliveira, filha esta que criou com todo o carinho, fazendo parte da família Correia Silva.

ZÉ BAIANO, chegou em Santa Tereza, nos meados de 1958, época do desbravamento da região que era conhecida como Fazenda Rio do Ouro, pois com a emancipação do Arraial do Descoberto (1948), a região que é hoje Santa Tereza de Goiás foi incorporada a ela, e no local passou a existir ranchos que tiveram como nome “Entroncamento de Formoso”.

JOSE CORREIA, era um homem trabalhador, determinado em buscas de realizações e sonhos, adquiriu áreas de terras do Dr. Belarmino Cruvinel, trabalhando arduamente plantando e colhendo, prosperou. Onde viveu intensamente na área rural, juntamente com a sua família que viviam da agricultura de subsistência, cultivando seus produtos, arroz, feijão, milho, banana, cana de açúcar, algodão e café e criando gado para produção de leite e corte.  Era  também criador de suínos para consumo e venda.  A dificuldade era muita, pois o comércio na região era fraco. Com o passar dos tempos, Ze Baiano se tornou um grande fornecedor de banana para o senhor Pesconi  que era um grande comprador de banana na região. Uma vez ou outra vendia o gado de corte para o senhor Jodovi, um açougueiro que possuía uma casa de carne na cidade.  Já os cereais (arroz, feijão e milho) eram vendidos para o senhor Nefthali Rodrigues Canedo, que era um grande comprador de cereais naquela época.

Vale lembrar que nos meados de 1958, a vida não era fácil, a iluminação das casas era a lamparina a querosene. As maiorias das casas eram de adobe, com portas e janelas de madeira, as roças de toco era um sistema tradicional da agricultura usado na época. O arroz era colhido no cutelo e limpo em pilões e a água de beber era depositada em potes de barro.

Senhor Jose Correia, éconsiderado um pioneiro do nosso município, que ao longo dos anos, graças as suas qualidades pessoais e a sua experiência e com seu trabalho, granjeou um vasto circulo de amizade. Nestes anos de vivencia em Santa Tereza, foi um desbravador, trabalhando de sol a sol, plantando e colhendo e criando bovinos e suínos para manter a sua família.

Zé Baiano faleceu com 99 anos de idade, no dia 06 de março de 2015, deixando recordações e saudades aos filhos, netos e familiares e amigos.  Sua passagem aqui nesta terra foi marcada pelo exemplo de pessoa, batalhadora que sempre se portou com capacidade e dedicação, como amigo sempre se mostrou fiel e verdadeiro e sem qualquer discriminação, à disposição de todos os que o procuravam.

Sempre foi um senhor respeitado, admirado por todos que puderam conhecer essa pessoa estimada. Era um cidadão exemplar na honestidade, no caráter e na honra, em sua trajetória em Santa Tereza de Goiás, colaborou com o crescimento do Município.

E nós, Vereadores desta Casa não poderíamos deixar de fazer esta homenagem a este grande produtor e pioneiro de nosso município, deixando seu nome escrito na história de Santa Tereza.

Galeria de imagens

Compartilhe este artigo